top of page

Tudo sobre a indústria do cimento e sua descarbonização. Na Europa.

Há alguns dias postamos sobre o GHG Protocol, indicando que a produção de cimento está entre as principais fontes de emissões de CO2, após a queima de combustíveis fósseis, florestas e biomassa.


De fato, muito se fala sobre cimento e concreto hoje em dia. Mas do que se trata? Nossa referência para este artigo é a The European Cement Association (CEMBUREAU), organização da indústria de cimento na Europa que tem sido muito ativa na transição e descarbonização do setor conforme o European Green Deal.


Qual a diferença entre cimento e concreto?


O cimento é uma substância fina, macia e do tipo pulverulenta, usada principalmente para unir areia fina e agregados graúdos no concreto. O cimento é uma cola, atuando como um aglutinante hidráulico, ou seja, endurece quando a água é adicionada. Todo mundo conhece a palavra cimento, mas muitas vezes ela é confundida com concreto ou argamassa. O cimento é um ingrediente chave tanto no concreto quanto na argamassa, e é sempre misturado com outros materiais antes do uso:

  • Cimento misturado com água, areia e cascalho forma concreto, o principal uso do cimento

  • Cimento misturado com água, cal e areia forma argamassa


Embora a versão moderna do cimento, chamada de Portland, tenha sido desenvolvida e aprimorada desde o início do século XIX, o Coliseu de Roma também usava concreto em sua estrutura, produzido, entre outros, a partir de cinzas vulcânicas, um material naturalmente calcinado.


A calcinação é a transformação do calcário em cal. Dentro do forno de uma instalação de cimento ocorre essa decomposição química do calcário, gerando normalmente 60% das emissões totais de CO2 do processo de fabricação do cimento. A combustão do combustível gera o resto do CO2.



E clicando na imagem abaixo você poderá navegar em cada etapa do processo de fabricação do cimento. E para cada uma das 10 etapas indicadas, há uma breve explicação e uma lista de políticas relacionadas, como Esquema de Comércio de Emissões da UE, Economia de Baixo Carbono, Economia Circular, Avaliação de Sustentabilidade e Padrões de Sustentabilidade.


E um documento de referência final, um roteiro de 38 páginas "Reaching Climate Neutrality Along the Cement and Concrete Value Chain by 2050".





コメント

5つ星のうち0と評価されています。
まだ評価がありません

評価を追加

 CARBON CREDIT MARKETS

“Nothing in life is to be feared, it is only to be understood. Now is the time to understand more, so that we may fear less.”

“I am among those who think that science has great beauty”

Madame Marie Curie (1867 - 1934) Chemist & physicist. French, born Polish.

bottom of page