top of page

Produtos à prova de greenwashing. Capacitando os consumidores para a transição verde.

Hoje é terça-feira, 23 de janeiro de 2024.


A União Europeia (UE) adota nova lei que proíbe informações enganosas sobre produtos e o greenwashing.


“As empresas não podem mais enganar as pessoas dizendo que as garrafas de plástico são boas porque a empresa plantou árvores em algum lugar – ou dizer que algo é sustentável sem explicar como. Esta é uma grande vitória para todos nós!” disse a relatora do Parlamento, Biljana Borzan, num comunicado de imprensa em 17 de janeiro de 2024.


E complementou: “Vamos nos afastar da cultura do descartável, tornar o marketing mais transparente e combater a obsolescência prematura dos produtos”.


As novas regras:


  • tornam a rotulagem dos produtos mais claras e fiáveis.


  • proíbem a utilização - sem comprovação - de alegações ambientais gerais como “amigo do ambiente” (“environmentally friendly”), “natural”, “biodegradável”, “neutro para o clima” (“climate neutral”) ou “eco”.


  • proíbem alegações de que um produto tem impacto neutro, reduzido ou positivo no ambiente devido a regimes de compensação de emissões.


  • proíbem "alegações infundadas de durabilidade (por exemplo, dizer que uma máquina de lavar durará 5.000 ciclos de lavagem se isso não for verdade em condições normais), solicita a substituição de consumíveis antes do estritamente necessário (muitas vezes é o caso de tinta de impressora, por exemplo), e apresentar bens como reparáveis ​​quando na verdade não o são”.


  • determinam que as informações de garantia devem ser bem mais visíveis.


No futuro, será introduzido na UE um novo rótulo de extensão de garantia e apenas os sistemas de certificação oficiais autorizarão rótulos de sustentabilidade.


Sempre com o propósito de não deixar nossos leitores para trás em temas relevantes, no dia 16 de maio de 2023 postamos sobre os estágios iniciais desta mesma diretriz "Protegendo consumidores do greenwashing: regras para produtos sustentáveis, duráveis ​​e reparáveis". Vale a pena ler novamente, uma vez que a maior parte da directiva permaneceu como estava.


Clique na imagem abaixo para o comunicado à imprensa de 17 de janeiro de 2024.





 CARBON CREDIT MARKETS

“Nothing in life is to be feared, it is only to be understood. Now is the time to understand more, so that we may fear less.”

“I am among those who think that science has great beauty”

Madame Marie Curie (1867 - 1934) Chemist & physicist. French, born Polish.

bottom of page