top of page

Imposto sobre o Carbono: caso da Dinamarca

Uma forma, são os créditos de carbono, voluntários ou não. E outra forma são os impostos sobre o carbono. Aqui a transcrição de um vídeo rápido do World Economic Forum.

  • Dinamarca acaba de introduzir o imposto de carbono mais rigoroso do mundo

  • Que poderá reduzir as emissões de CO2 do país em milhões de toneladas por ano

  • As empresas terão que pagar US$ 159 por cada tonelada de CO2 que emitem

  • Isso é um extra de US $ 53 por tonelada

  • Além dos US$ 106 cobrados pelo esquema de comércio de emissões da UE

  • Mas como funciona o imposto de carbono?

  • O objetivo é fazer com que as empresas paguem pelos danos climáticos que causam diretamente…

  • Por seu uso de energia a partir de combustíveis fósseis

  • Isso incentiva as empresas a limpar seus atos

  • Um imposto global de carbono poderia reduzir as emissões gerais em até 12,3%

  • Especialistas dizem que impostos sobre carbono também se pagam

  • Uma taxa de US$ 49 / tonelada geraria US$ 2,2 trilhões para os EUA até 2028...

  • De acordo com um relatório do Tesouro dos EUA

  • E reduzindo as emissões hoje…

  • O imposto pode amenizar os impactos das mudanças climáticas amanhã

  • Economizando dinheiro que de outra forma seria gasto em ações e adaptações

  • 28 países implementaram impostos de carbono até agora

  • Mas esta abordagem tem seus desafios

  • Especialistas dizem que esses impostos podem prejudicar desproporcionalmente as pessoas mais pobres

  • Eles podem ser politicamente difíceis de implementar

  • E eles visam apenas uma fonte de emissões: combustíveis fósseis

  • O que você pensa sobre os impostos sobre o carbono?

Clique abaixo para assistir esse rápido vídeo (em inglês). Aliás, o Brasil já tem algo parecido (repito, parecido): CBIOS. Você já ouviu falar do CBIOS. Veja esta postagem recente.



Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating

 CARBON CREDIT MARKETS

“Nothing in life is to be feared, it is only to be understood. Now is the time to understand more, so that we may fear less.”

“I am among those who think that science has great beauty”

Madame Marie Curie (1867 - 1934) Chemist & physicist. French, born Polish.

bottom of page