top of page

El Niño, La Niña, Inteligência Artificial (IA) e previsão de clima extremo

El Niño e Oscilação Sul, conhecida como ENSO, é uma flutuação periódica na temperatura da superfície do mar e na pressão do ar da atmosfera sobrejacente no Oceano Pacífico equatorial.


De acordo com o diagnóstico ENSO de 13 de julho pela National Oceanic and Atmospheric Administration (NOAA) dos EUA há mais de 90% de chance de que o El Niño continue até o início de 2024. No mínimo. A situação é regulamente analisada no blog ENSO (em inglês).


Considerando o impacto no Hemisfério Norte, relembre este post de julho de 2022 "Jet Stream: impacto do aquecimento global nas maiores altitudes da atmosfera terrestre"


Os eventos El Niño e La Niña normalmente se repetem a cada 2-7 anos, tendem a se desenvolver entre abril a junho, atingindo força máxima em outubro-fevereiro e persistindo por 9-12 meses, às vezes até 2 anos.


E quanto ao uso potencial da inteligência artificial (IA) nas previsões meteorológicas? Nature publicou sobre isso há poucos dias:

  • "Skilful nowcasting of extreme precipitation with NowcastNet" (autores da Tsinghua University China, Berkeley EUA, outros). O modelo combina métodos de aprendizado profundo com equações físicas, fornecendo previsões locais de chuva forte com até três horas de antecedência. Na maioria dos casos, melhor que os sistemas atuais de 'nowcasting'

  • "Accurate medium-range global weather forecasting with 3D neural networks" (autores da Huawei Cloud, China). Sobre o programa Pangu-Weather. Treinado com 39 anos de dados meteorológicos, pode prever a temperatura, a pressão e a velocidade do vento com uma semana de antecedência. É 10.000 vezes mais rápido e não menos preciso do que os métodos atuais.


Os modelos convencionais de previsão do tempo são baseados em equações físicas e modelos numéricos. Os modelos climáticos generativos de IA funcionam diferente: ao invés de previsões com base no entendimento da física, prevêem padrões climáticos estatisticamente plausíveis, dadas as medições históricas.


A IA pode ajudar a fazer previsões meteorológicas mais complexas, melhores e mais baratas. Incluindo incêndios florestais e dispersão de fumaça. E dada a dinâmica de tudo, a supervisão e a curadoria humanas serão fundamentais.


Você conhece estudos sobre o uso de IA para clima e meteorologia? Comente.




 CARBON CREDIT MARKETS

“Nothing in life is to be feared, it is only to be understood. Now is the time to understand more, so that we may fear less.”

“I am among those who think that science has great beauty”

Madame Marie Curie (1867 - 1934) Chemist & physicist. French, born Polish.

bottom of page