top of page

União Europeia quer reduzir as emissões em 90% até 2040. Apesar das resistências.

Hoje é terça-feira, 13 de fevereiro de 2024.


Na terça-feira passada, 6 de fevereiro, a União Europeia publicou o seu roteiro climático mais ambicioso.


Rumo à meta do Pacto Ecológico Europeu de neutralidade climática até 2050, Wopke Hoekstra, Comissário do Clima da UE, recomendou uma redução de 90% das emissões líquidas até 2040, em comparação com os níveis de 1990. Isso, enquanto enfrenta resistência de agricultores furiosos.


O agronegócio na Europa não é um assunto fácil.


Pressão proveniente não só dos elevados custos de uma transição verde rápida, mas também devido a restrições de água ou limitação de terras.


Para não falar da concorrência potencial, dos conflitos em zonas férteis e de certos países com desafios muito específicos em questões ambientais, como os Países Baixos, por exemplo. Relembre "Nitrogênio: explicação da crise agrícola nos Países Baixos".


Isto dá uma ideia do nível do debate político em toda a União Europeia rumo a um estilo de vida de consumo sustentável.


Clique na imagem abaixo para ver o press release sobre a avaliação da Comissão Europeia. E aqui está um conjunto de perguntas e respostas sobre a meta climática da Europa para 2040 e o caminho para a neutralidade climática até 2050


Como ponto de atenção, a avaliação e o press release não citam o hidrogênio.


Aliás, os transportes são outro setor passando por profundas mudanças. Veja este artigo recente da Euronews para ter uma ideia. A UE também firmou acordo político sobre as normas de CO2 para caminhões e ônibus, com a eliminação quase completa dos modelos movidos a diesel até 2040.




 CARBON CREDIT MARKETS

“Nothing in life is to be feared, it is only to be understood. Now is the time to understand more, so that we may fear less.”

“I am among those who think that science has great beauty”

Madame Marie Curie (1867 - 1934) Chemist & physicist. French, born Polish.

bottom of page