TCFD: os reguladores adotam abordagens variadas

De acordo com uma pesquisa da MSCI ESG, os reguladores financeiros em pelo menos 10 grandes economias estão programados para começar a introduzir regras de divulgação alinhadas ao TCFD (Task Force on Climate-related Financial Disclosures ) para empresas e instituições financeiras. Por um lado, o esforço global para padronizar os relatórios de risco climático pode ser visto por meio do aumento dos compromissos corporativos de descarbonização. Por outro lado, há uma percepção de que os reguladores financeiros nacionais diferem em suas exigências propostas para as informações que as empresas seriam obrigadas a divulgar e o escopo das empresas obrigadas a fazê-lo. Isso significa que os investidores devem prestar atenção à comparabilidade e uniformidade dos dados entre as empresas nas quais possam estar interessados. Há um ponto em comum, no entanto: que as empresas serão obrigadas a divulgar cada vez mais métricas prospectivas, para que os investidores possam avaliar sua capacidade de transição. Clique para ler mais.


 CARBON CREDIT MARKETS

« … car rien ne se crée, ni dans les opérations de l’art, ni dans celles de la nature, et l’on peut poser en principe que, dans toute opération, il y a une égale quantité de matière avant et après l’opération ; que la qualité et la quantité des principes est la même, et qu’il n’y a que des changements, des modifications. »

Antoine-Laurent De Lavoisier 1789, Traité élémentaire de chimie.