top of page

Sobre parques eólicas offshore, Petrobrás e Big Oil

Quando em outubro de 2022 publicamos sobre o potencial energético offshore no Brasil havia apenas referência às empresas Equinor, TotalEnergies e Shell com pedidos de licenciamento para instalar parques eólicos nas áreas de seus blocos, considerando que o projeto de lei 576/2021 propõe prioridade aos atuais operadores de óleo e gás. E note que de forma antecipada à aprovação da lei, ou seja, sinalizando valer o risco, considerando o potencial e oportunidade.


A geração eólica e solar já tem superado as tradicionais em várias partes do mundo.


Bom ver que há poucos dias a Petrobrás assinou carta de intenções com uma daquelas empresas, a Equinor, para avaliar a viabilidade técnico-econômica e ambiental de sete projetos de geração de energia eólica offshore na costa brasileira, com potencial para gerar até 14,5 GW. Equivapente a uma Itaipú. Clique na imagem abaixo para ver o press release.


Após o anúncio, no entanto, algumas reações contrárias, como a publicada no Brazil Journal na qual, segundo um analista financeiro, os "três motivos para a Petrobrás passar longe das eólicas offhore" seriam:

  1. "O Brasil não precisa (nem hoje, nem no futuro próximo) de eólicas offshore"

  2. "As eólicas offshore podem demandar vastos subsídios para serem viáveis e o País não deveria pagar por isso"

  3. "Há formas muito mais baratas de fazer a transição energética, inclusive comprando companhias de renováveis"


Há mais de 1 ano, em Setembro de 2021, esse blog publicou a matéria "Racing Cars Are About to Start Running on Wine Dregs (TotalEnergies)". Título curioso, não ? Mas dela vale relembrar dois pontos de então:

  • A gigante petrolífera francesa havia acabado de ser renomeada TotalEnergies, adotando a bandeira das novas fontes energéticas, futuro

  • Iniciava o desenvolvimento de um novo combustível 100% renovável, um bioetanol, produzido a partir de resíduos da indústria vinícola, inovando


Cada vez mais, além das fontes renováveis, ganham mais protagonismo as novas tecnologias, patentes, digitalização, CCS e hidrogênio.


No caminho da transição energética, que venham mais boas escolhas e rápidos posicionamentos por parte da Petrobrás e de suas grandes irmãs do Big Oil.



Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating

 CARBON CREDIT MARKETS

“Nothing in life is to be feared, it is only to be understood. Now is the time to understand more, so that we may fear less.”

“I am among those who think that science has great beauty”

Madame Marie Curie (1867 - 1934) Chemist & physicist. French, born Polish.

bottom of page