Regras de divulgação climática da SEC: novas obrigações para Foreign Private Issuers

Segundo a Sullivan & Cromwell LLP, as regras de divulgação relacionadas ao clima recentemente propostas pela Securities and Exchange Commission exigiriam que emissores privados estrangeiros coletassem e relatassem informações detalhadas relacionadas ao clima, às vezes independentemente de sua materialidade, em seus registros na SEC. Muitos Foreign Private Issuers (FPIs) – incluindo aqueles baseados na União Europeia, Japão e Reino Unido – já estão sujeitos a regras de divulgação climática em suas jurisdições de origem. No entanto, as novas regras da SEC, se adotadas conforme proposto, exigiriam que essas empresas fossem além dos requisitos de sua jurisdição de origem e preparassem e divulgassem informações adicionais relacionadas ao clima para atender aos requisitos de relatórios dos EUA. Os FPIs também podem estar sujeitos à responsabilidade da lei de valores mobiliários dos EUA em relação às informações que estão sendo relatadas sob os requisitos da jurisdição local. Clique na imagem para memorando da Sullivan & Cromwell LLP, descrevendo as principais implicações dessas regras da SEC de divulgação relacionadas ao clima, específicas para os FPIs, emissores privados estrangeiros.




 CARBON CREDIT MARKETS

« … car rien ne se crée, ni dans les opérations de l’art, ni dans celles de la nature, et l’on peut poser en principe que, dans toute opération, il y a une égale quantité de matière avant et après l’opération ; que la qualité et la quantité des principes est la même, et qu’il n’y a que des changements, des modifications. »

Antoine-Laurent De Lavoisier 1789, Traité élémentaire de chimie.