top of page

Projeto de Energia Renovável Sol do Sertão no Brasil. Primeiro na América Latina, pela Future Carbon.

Hoje é terça-feira, 6 de fevereiro de 2024.


“Um marco para a América Latina e o Brasil”, comentou o CEO da Future Carbon Fabio Galindo para o portal Metrópoles.


O projeto foi aprovado pelo Global Carbon Council (GCC) após auditoria independente especializada da Earthood Services Private Limited.


Segundo o GCC, com sede no Qatar, o Projeto de Energia Renovável Sol do Sertão consiste na implementação e operação de um novo complexo de geração de eletricidade solar fotovoltaica, dividido em oito instalações. Todas as áreas das instalações estão localizadas na zona rural do município de Oliveira dos Brejinhos, no estado da Bahia, nordeste do Brasil. A atividade do projeto fornecerá eletricidade renovável ao Sistema Interligado Nacional Brasileiro - SIN.



O GCC acrescenta que no cenário de referência, a eletricidade entregue à rede pela atividade do projeto teria sido gerada pela operação de centrais elétricas ligadas à rede e pela adição de novas fontes de geração, conforme refletido nos cálculos de margem combinados. Assim, a atividade do projeto promoverá reduções de emissões de GEE, substituindo a geração de eletricidade baseada em combustíveis fósseis, que ocorreria de outra forma.


As reduções verificadas de emissões de GEE totalizam 344.958 tCO2/ano, com previsão de elegibilidade de mercado do CORSIA – Esquema de Compensação e Redução de Carbono para Aviação Internacional.


“Muito trabalho até chegar aqui. O primeiro de todos.” disse Rafael Borgheresi da Future Carbon. O projeto foi submetido às diligências em julho de 2022 e finalmente postado pelo GCC no último dia 30 de janeiro de 2024, levando à emissão de ACCs, denominados Approved Carbon Credits.


Vale ressaltar que o projeto também obteve o “Selo Platinum SDG+” do GCC, o que significa que está contribuindo para alcançar 5 dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas. Especificamente:

ODS-13 Ação climática

ODS-2 Fome zero

ODS-4 Educação de qualidade

ODS-7 Energia limpa e acessível

ODS-8 Trabalho digno e crescimento econômico


Clique na imagem abaixo para ver o resumo do Global Carbon Council sobre o "Sol do Sertão Renewable Energy Project". Inclui links para diversos documentos.


E aqui para a lista completa de projetos aprovados pela GCC em mais países, como Turquia, Índia, China, Egito, Emirados Árabes Unidos, Uzbequistão, Vietnã, Omã, Sérvia e agora também Brasil.


Você também pode se interessar em ler sobre a estrutura de governança do GCC, com membros de todo o mundo - Conselho Consultivo, Comitê Diretor e Regulador, Verificadores - e como tal "mantém uma posição de regulador imparcial no mercado voluntário de carbono".


Por último, mas não menos importante, é bom ver a geração de eletricidade a partir de fontes renováveis ​​numa trajetória crescente em termos de créditos de carbono, além de soluções baseadas na natureza NbS.





 CARBON CREDIT MARKETS

“Nothing in life is to be feared, it is only to be understood. Now is the time to understand more, so that we may fear less.”

“I am among those who think that science has great beauty”

Madame Marie Curie (1867 - 1934) Chemist & physicist. French, born Polish.

bottom of page