top of page

Mercado regulado carbono Buyer Guide WBCS CEBDS - em destaque nas recomendações CEBDS

Mercado regulado carbono Buyer Guide WBCS CEBDS.


Na última sexta-feira 28 de julho o Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS) entregou ao governo federal documento que resume suas bandeiras prioritárias, incluindo a criação de um mercado regulado de carbono, no modelo cap-and-trade.


O CEBDS representa a rede do World Business Council for Sustainable Development (WBCSD) no Brasil e reúne os maiores grupos empresariais nacionais e estrangeiros do país.


"O Brasil está em um momento singular e ao mesmo tempo decisivo de sua história, com a chance de reinventar sua economia e assumir um protagonismo inédito no cenário global, partindo das oportunidades que a economia de baixo carbono pode gerar. A riqueza de nossos biomas nos torna o país com maior biodiversidade do mundo, abrigando entre 15% e 20% das espécies conhecidas da fauna e flora global. Além disso, somos detentores de uma matriz energética limpa, com mais de 45% de fontes renováveis. Para que essas vantagens comparativas

se tornem vantagens competitivas, é necessário atrair investimentos na direção certa."


Segundo a CEBDS, o Brasil tem um enorme potencial considerando Soluções Baseadas na Natureza (SbN), que representam aproximadamente 20% do potencial global. A criação de um Sistema Brasileiro de Comércio de Emissões visa inclusive o cumprimento dos compromissos climáticos assumidos pelo Brasil no Acordo de Paris.


Sobre a alta integridade dos créditos de carbono, indica que seria extremamente relevante que os projetos respeitem salvaguardas socioambientais, tais como a consultas prévias, repartição justa dos benefícios, a avaliação de impactos socioambientais e transparência.


Faz inclusive referência a um guia produzido pelo WBCSD, no qual são abordados 8 passos para a compra de créditos de carbono, considerando elementos fundamentais para garantias ambientais e sociais: "A Buyer's Guide to Natural Climate Solutions Carbon Credits".


Clique na imagem abaixo para o press release da CEBDS e link para o documento de 36 páginas entregue ao governo brasileiro. Estiveram presentes executivos das seguintes companhias: Acciona, Ambev, Arcadis, Banco do Brasil, BNDES, BNP Paribas, Braskem, CBA, Ecolab, Eletrobras, Eneva, ERM, JBS, Neoenergia, Nutrien, Prumo Logística, Schneider Electric, Shell, Siemens, Siemens Energy, Unilever, Vibra Energia e Yara.




Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating

 CARBON CREDIT MARKETS

“Nothing in life is to be feared, it is only to be understood. Now is the time to understand more, so that we may fear less.”

“I am among those who think that science has great beauty”

Madame Marie Curie (1867 - 1934) Chemist & physicist. French, born Polish.

bottom of page