top of page

Hidrogênio verde promete turbinar parceria Brasil-Alemanha

Um artigo extenso da Deutsche Welle.


Durante reunião em Brasília no último dia 30 de janeiro, o chanceler federal alemão destacou o potencial brasileiro do hidrogênio verde (H2V), combustível produzido a partir de energias renováveis ​​e que desponta como o principal compromisso das economias desenvolvidas para a descarbonização em setores intensivos em CO2, como agricultura, transporte, indústrias e geração de eletricidade. Como temos relatado com frequencia no Carbon Credit Markets e mais recentemente via Hydrogen Markets ( LINK ).


O Brasil pode se posicionar como um dos principais exportadores de H2V para a Europa e aumentar ainda mais seu prestígio em forntes de “energia verde” no cenário internacional.


O artigo também cita um estudo internacional feito pela consultoria alemã Roland Berger mostrando que o Brasil - por sua geografia tropical - pode se tornar o maior produtor de hidrogênio verde do mundo e atingir um faturamento anual de R$ 150 bilhões a partir de 2050, dos quais R$ 100 bilhões viriam de exportações.


Segundo a Agência Internacional de Energia (IEA), o custo de produção por quilo de H2V a partir da eletrólise da água no mercado internacional, utilizando fontes renováveis, varia entre 3 e 8 dólares. No Brasil, se considerarmos o uso da energia gerada em usinas eólicas ou solares no processo de eletrólise, o custo ficaria entre 2,2 e 5,2 dólares. É o que se chama, em termos econômicos, de "vantagem competitiva". Africa também está de olho nesse potencial, especialmente pela maior proximidade com o mercado consumidor europeu .


“O Brasil tem tudo para ser a Arábia Saudita do hidrogênio a partir de 2030”, diz o economista Nivalde J. de Castro, referindo-se à relevância do país árabe na produção de petróleo. “O desafio é transformar o potencial em realidade”.


Clique na imagem abaixo para o artigo completo.


Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating

 CARBON CREDIT MARKETS

“Nothing in life is to be feared, it is only to be understood. Now is the time to understand more, so that we may fear less.”

“I am among those who think that science has great beauty”

Madame Marie Curie (1867 - 1934) Chemist & physicist. French, born Polish.

bottom of page