Desertos estão se espalhando na Ásia Central

Mais de 60% da Ásia Central tem um clima seco com chuvas infrequentes e, como resultado do aquecimento global, os desertos estão se espalhando. Um estudo descobriu que, desde a década de 1980, as regiões com clima desértico se expandiram em até 100 quilômetros no norte do Uzbequistão e Quirguistão, no sul do Cazaquistão e ao redor da bacia de Junggar, no noroeste da China. Nas áreas montanhosas, o clima frio anterior foi substituído por clima mais quente e também mais úmido. Essas mudanças podem ter resultado em grande parte no rápido recuo das geleiras e no aumento temporário das águas subterrâneas e dos níveis de água dos lagos nas áreas de drenagem nas últimas décadas. Como diferentes tipos de clima estão associados a flora e fauna específicas, as mudanças dos tipos de clima nos locais aumentaram o potencial de influência sobre os sistemas ecológicos e complicar sua variação. Clique para ler o estudo publicado em 27 de maio na Geophysical Research Letters.


 CARBON CREDIT MARKETS

« … car rien ne se crée, ni dans les opérations de l’art, ni dans celles de la nature, et l’on peut poser en principe que, dans toute opération, il y a une égale quantité de matière avant et après l’opération ; que la qualité et la quantité des principes est la même, et qu’il n’y a que des changements, des modifications. »

Antoine-Laurent De Lavoisier 1789, Traité élémentaire de chimie.