American Carbon Registry anuncia audiência pública de metodologia CCS

Ontem postamos sobre as recentes consultas públicas de metodologias de Créditos de Carbono. Hoje postamos sobre movimento semelhante, também recente, relacionado a projetos de CCS, Captura e Armazenamento de Carbono.


O American Carbon Registry (ACR), que desenvolve protocolos e ferramentas para contabilização de gases de efeito estufa (GEE) com base na prática científica e na International Standards Organization (ISO) 14064 a.o., publicou para consulta às partes interessadas uma versão atualizada 2.0 de sua metodologia para redução de emissões e remoções de projetos CCS.


A metodologia atual basicamente se concentra apenas na captura, transporte e armazenamento de CO2 antropogênico, o CO2 associado às atividades humanas. A nova versão da metodologia estende a elegibilidade a projetos que utilizam tecnologias de Remoção de Dióxido de Carbono (CDR), como Captura Direta de Ar (DAC) e o uso de Biomassa Sustentável como matéria-prima. A metodologia também expande os critérios de elegibilidade para armazenamento geológico para incluir formações salinas e reservatórios de petróleo e gás esgotados, o que expandirá significativamente o alcance geográfico dos projetos apoiados. Para projetos que utilizam CO2 para melhorar a extração de petróleo (Enhanced Oil Recovery), a versão 2.0 inclui cálculos para contabilizar as emissões do transporte, refino e uso final dos hidrocarbonetos produzidos.


Um dos primeiros programas privados de compensação voluntária, o ACR foi fundado em 1996 pela Environmental Resources Trust. A ERT é uma empresa sem fins lucrativos de propriedade integral da Winrock International, de Winthrop Rockefeller, um dos netos do cofundador de uma das maiores petroleiras do mundo, a Standard Oil de John D. Rockefeller.


ACR cobre projetos para os seguintes escopos, conforme definido pelo American National Standards Institute (ANSI):

  1. Reduções de emissões de GEE da combustão de combustível

  2. Reduções de emissões de GEE de processos industriais (não combustão, reação química, fugitivos, outros)

  3. Uso da Terra, Mudança de Uso da Terra e Silvicultura

  4. Captura e Armazenamento de Carbono

  5. Gado

  6. Manuseio e Descarte de Resíduos


Clique na imagem abaixo para “Metodologia CCS Versão 2.0”, em audiência pública de 28 de setembro de 2022 a 1º de novembro de 2022.



 CARBON CREDIT MARKETS

« … car rien ne se crée, ni dans les opérations de l’art, ni dans celles de la nature, et l’on peut poser en principe que, dans toute opération, il y a une égale quantité de matière avant et après l’opération ; que la qualité et la quantité des principes est la même, et qu’il n’y a que des changements, des modifications. »

Antoine-Laurent De Lavoisier 1789, Traité élémentaire de chimie.