top of page

A ciência por trás dos painéis solares transparentes

Já pensou em painéis solares transparentes? Para gerar eletricidade a partir de janelas, por exemplo ? Para mudar as cidades de grandes consumidores para fornecedores de energia ? Essa tecnologia é chamada de vidro fotovoltaico e os cientistas estão atualmente tentando aumentar sua eficiência. Quanto mais transparente o painel, menos eficiente ele é.


Dois estudos científicos publicados em julho 2022 proporcionaram grandes avanços nessa área, um da Universidade de Michigan nos EUA, com foco em painéis solares orgânicos e outro da Universidade de Tohoku no Japão, testando novos materiais e técnicas.


Em 13 de julho de 2022, o grupo de pesquisadores da Universidade de Michigan, liderado por Stephen Forrest, divulgou seu estudo, relatando o dimensionamento eficiente de células solares orgânicas semitransparentes medindo dois metros quadrados. As células solares tradicionais à base de silício são completamente opacas, enquanto as células solares orgânicas, um tipo de plástico, podem ser transparentes. Em comparação com os painéis solares à base de silício, as células solares orgânicas têm menor eficiência e vida útil curta, mas este trabalho recente alcançou eficiência recorde de 10% e vida útil estimada de até 30 anos.



Alguns dias antes, em 4 de julho de 2022, um grupo de cientistas liderados por Toshiaki Kato, da Universidade de Tohoku, relatou trabalhos de design inovadores, explorando interações complexas entre materiais ultrafinos. Tecnicamente falando, para fazer a célula solar, a equipe controlou as barreiras de contato entre o óxido de índio e estanho (ITO), um dos óxidos condutores transparentes mais usados, e um dissulfeto de tungstênio de monocamada. Em seguida, testaram camadas de diferentes materiais. O projeto permitiu não apenas obter uma célula solar quase invisível a olho nu, mas também aumentar em mais de 1.000 vezes a eficiência de conversão em comparação com dispositivos similares. O grupo também estudou a fabricação em larga escala, criando uma pequena célula de 1 cm2, com potência de 420 PW e um valor médio de transmissão de luz visível de 79%. Com esse tamanho, poderia ser usado para alimentar dispositivos menores, como celulares.


Clique aqui para o Press Release da Tohoku University enquanto a pesquisa “Fabrication of near-invisible solar cell with monolayer WS2” conforme publicado na revista Scientific Reports está disponível clicando na imagem abaixo.


Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating

 CARBON CREDIT MARKETS

“Nothing in life is to be feared, it is only to be understood. Now is the time to understand more, so that we may fear less.”

“I am among those who think that science has great beauty”

Madame Marie Curie (1867 - 1934) Chemist & physicist. French, born Polish.

bottom of page