Um 2022 repleto de incertezas - exceto uma (McKinsey, Reinaldo Fiorini e Tracy Francis)

Não adianta mais crescer se o crescimento não for inclusivo e sustentável ao mesmo tempo – é uma questão de “e”, e não de “ou”. Metas de sustentabilidade, inclusão e crescimento podem se reforçar mutuamente e criar um ciclo virtuoso. O desafio vai muito além da implementação de metas, pois se crescimento, inclusão e sustentabilidade se reforçam em muitos pontos, também agem como contrapesos em uma série de outros. Como crescer sem aumentar o consumo de materiais e serviços não sustentáveis? Como prevenir o impacto ambiental negativo em países dependentes economicamente da energia fóssil? Como impedir que as famílias mais frágeis paguem um preço maior no início da transição energética, caracterizada pela alta dos preços de eletricidade? Não temos a resposta exata, mas já sabemos que a solução será coletiva, exigirá muita experimentação, uma velocidade sem precedentes para escalar as experiências bem-sucedidas e ampla participação de todos os elos da cadeia, incluindo todos os stakeholders: de fornecedores e acionistas até concorrentes e organizações da sociedade civil. Clique na imagem para saber mais.




 CARBON CREDIT MARKETS

« … car rien ne se crée, ni dans les opérations de l’art, ni dans celles de la nature, et l’on peut poser en principe que, dans toute opération, il y a une égale quantité de matière avant et après l’opération ; que la qualité et la quantité des principes est la même, et qu’il n’y a que des changements, des modifications. »

Antoine-Laurent De Lavoisier 1789, Traité élémentaire de chimie.