top of page

UE dá passos rumo à primeira certificação para remoção voluntária de carbono

No último dia 30 de novembro, a Comissão Européia propôs uma primeira estrutura voluntária para certificar as remoções de carbono de alta qualidade de forma segura. A proposta impulsionará tecnologias inovadoras de remoção de carbono e soluções sustentáveis ​​para manuseio do carbono e contribuirá para as metas climáticas, ambientais e de poluição zero da UE.


Os certificados de remoção de carbono podem ser usados ​​para financiamentos públicos e privados, rótulos para materiais sustentáveis ​​(de construção) e mercados voluntários de carbono, para levantar financiamento para remoções de carbono de alta qualidade.


Os principais objetivos da proposta são os seguintes:

  • Acelerar a implantação de remoções de carbono de alta qualidade de forma verificável

  • Incentivar indústrias, agricultores e silvicultores a adotarem soluções eficazes de remoção de carbono

  • Combater ao greenwashing, concentre-se em remoções de alta qualidade e promover remoções confiáveis

  • Assegurar a capacidade da UE para quantificar, monitorar e verificar as remoções de carbono

  • Estimular de forma pragmática uma ampla variedade de opções de financiamento por fontes privadas ou públicas

Existem várias maneiras de remover e armazenar carbono que podem ser certificadas sob a estrutura da UE:

  • Agricultura de carbono, como a restauração de florestas, solos e gestão de zonas húmidas - como mangues e pântanos - e turfeiras

  • Armazenamento permanente, como bioenergia com captura e armazenamento de carbono, ou captura e armazenamento direto de carbono no ar

  • Armazenamento de carbono em produtos e materiais de longa duração, como construção à base de madeira (!)

Importante mencionar que a Captura de carbono fóssil para Armazenamento (CCS) ou Utilização (CCU) não está contemplada, pois essas tecnologias ajudam a reciclar ou armazenar novas emissões de CO2 fóssil, evitando que se agreguem ao CO2 já existente na atmosfera, mas não removam carbono da atmosfera.


Para garantir a qualidade e comparabilidade das remoções de carbono, o regulamento proposto estabelece os quatro critérios "QU.A.L.IDADE" (QU.A.L.ITY no original em inglês):

  • QUantificação: as atividades de remoção de carbono precisam ser medidas com precisão e gerar benefícios inequívocos para o clima;

  • Adicionalidade: as atividades de remoção de carbono precisam ir além das práticas existentes e do que é exigido por lei;

  • Longo prazo o armazenamento: os certificados estão vinculados à duração do armazenamento de carbono para garantir o armazenamento permanente;

  • sustentabilIDADE: as atividades de remoção de carbono devem preservar ou contribuir para os objetivos de sustentabilidade, como adaptação às mudanças climáticas, economia circular, recursos hídricos e marinhos e biodiversidade.

Clique na imagem abaixo para download do Factsheet sobre o Certificado e aqui para o Comunicado de Imprensa da Comissão Europeia.




 CARBON CREDIT MARKETS

“Nothing in life is to be feared, it is only to be understood. Now is the time to understand more, so that we may fear less.”

“I am among those who think that science has great beauty”

Madame Marie Curie (1867 - 1934) Chemist & physicist. French, born Polish.

bottom of page