Tecnologia de descarbonização converte instantaneamente CO2 em carbono sólido

Pesquisadores australianos da RMIT University desenvolveram uma nova maneira de capturar dióxido de carbono (CO2) e convertê-lo em carbono sólido, eliminando um dos maiores problemas das tecnologias de sequestro e armazenamento de carbono. A tecnologia permite a conversão direta do CO2 de gás para sólido, permitindo ser integrada aos processos industriais existentes, na descarbonização das indústrias pesadas. A técnica funciona dentro de uma coluna, na qual o metal líquido é inicialmente mantido em uma temperatura entre 100 e 120 ºC. O CO2 é injetado na parte de baixo da coluna, subindo pelo metal líquido como bolhas em uma taça de champanhe. À medida que as bolhas se movem através do metal líquido, a molécula do gás se divide, formando flocos de carbono sólido, em uma reação química que leva apenas uma fração de segundo. "É a extraordinária velocidade da reação química que alcançamos que torna nossa tecnologia comercialmente viável, onde tantas abordagens alternativas têm tido problemas". Clique na imagem para saber mais.




 CARBON CREDIT MARKETS

« … car rien ne se crée, ni dans les opérations de l’art, ni dans celles de la nature, et l’on peut poser en principe que, dans toute opération, il y a une égale quantité de matière avant et après l’opération ; que la qualité et la quantité des principes est la même, et qu’il n’y a que des changements, des modifications. »

Antoine-Laurent De Lavoisier 1789, Traité élémentaire de chimie.