Salesforce entra no mercado de créditos de carbono

Estima-se que o mercado global voluntário para créditos de carbono cresça para US$ 50 bilhões até 2030, à medida que muitas organizações correm para alcançar seus compromissos net zero. No entanto, as organizações nem sempre sabem como construir um portfólio de créditos de carbono – ou mesmo por onde começar. Além disso, o caminho para a compra de créditos de carbono é complexo e os compradores "apenas" confiam que os projetos de crédito de carbono tenham um impacto positivo.


A Salesforce, líder global em CRM, em 20 de setembro de 2022 lançou o Net Zero Marketplace, uma plataforma que torna as compras de créditos de carbono simples e transparentes, permitindo que as organizações acelerem o impacto positivo climático em escala. E inaugura uma nova era de transparência no mercado de crédito de carbono, agregando classificações e preços de terceiros para projetos.


Os fornecedores de crédito de carbono Climate Impact Partners, Cloverly, Lune, Pachama, Native, A Public Benefit Corporation, Respira International e South Pole, as empresas independentes de classificação Calyx Global e Sylvera e o provedor de um portfólio climático curado CO2.com se juntam como parceiros iniciais.


Os projetos de créditos de carbono passam por uma série de verificações independentes em relação aos padrões globais. Se passarem no processo de verificação, os projetos podem emitir créditos de carbono que podem ser vendidos. Os projetos podem incluir conservação florestal, plantio de árvores, parques eólicos, solares ou eficiência agrícola.


Clique abaixo para o comunicado de imprensa e aqui para acessar o portal Net Zero Marketplace.



 CARBON CREDIT MARKETS

« … car rien ne se crée, ni dans les opérations de l’art, ni dans celles de la nature, et l’on peut poser en principe que, dans toute opération, il y a une égale quantité de matière avant et après l’opération ; que la qualité et la quantité des principes est la même, et qu’il n’y a que des changements, des modifications. »

Antoine-Laurent De Lavoisier 1789, Traité élémentaire de chimie.