Presidente da Microsoft quer mais equipes treinadas em mudanças climáticas

O presidente da Microsoft Corp., Brad Smith, disse que os funcionários precisam aprender mais sobre contabilidade de carbono, compras ecológicas e gerenciamento da cadeia de suprimentos para um combate efetivo contra o aquecimento global. Segundo ele, empresas, escolas e governos precisam dar mais atenção ao treinamento dos trabalhadores, especialmente funções novas e modernizadas de combate à crise climática.


Citou também um estudo do LinkedIn de um ano atrás, mostrando que o número de empregos que exigem habilidades de sustentabilidade estão crescendo 8% ao ano, enquanto a força de trabalho com essas habilidades está crescendo apenas 6% ao ano. Ou seja, um gap. E que aumenta a cada dia.


Milhares de empresas em todo o mundo assinaram compromissos climáticos (climate pledges), mas o desafio, segundo Smith, é transformá-los em progresso. "É preciso uma verdadeira revolução nos diferentes processos de negócios e no uso da tecnologia digital ... tudo depende da construção de uma força de trabalho mais qualificada".


Smith discutirá o esforço na conferência Web Summit que está acontecendo em Lisboa.


Clique na imagem abaixo para ler o artigo do Hindustan Times Tech, em entrevista editada e resumida que ele deu à Bloomberg Green.




 CARBON CREDIT MARKETS

« … car rien ne se crée, ni dans les opérations de l’art, ni dans celles de la nature, et l’on peut poser en principe que, dans toute opération, il y a une égale quantité de matière avant et après l’opération ; que la qualité et la quantité des principes est la même, et qu’il n’y a que des changements, des modifications. »

Antoine-Laurent De Lavoisier 1789, Traité élémentaire de chimie.