Para o Bridgewater, o preço do carbono tem que entrar na planilha (BrazilJournal)

Segundo a Bridgewater, o maior hedge fund do mundo, quem ainda não está olhando para os preços do carbono, deveria começar agora. Segundo o fundo, o carbono “vai se transformar num input importante para a atividade econômica ... Assim como o petróleo, o gás, o carvão e outras commodities são inputs de custo comuns que refletem como o crescimento e a inflação estão evoluindo, esperamos que com o tempo muitas empresas tenham que pagar pelo carbono como parte de sua atividade, tornando-o um input de custo essencial para os investidores monitorarem". Com o aumento da demanda pós-pandemia, os preços do carbono quase triplicaram, contribuindo para alimentar a pressão inflacionária — já que os preços dos créditos de carbono interagem com outros preços da economia, como o gás natural. Clique na imagem para saber mais.




 CARBON CREDIT MARKETS

« … car rien ne se crée, ni dans les opérations de l’art, ni dans celles de la nature, et l’on peut poser en principe que, dans toute opération, il y a une égale quantité de matière avant et après l’opération ; que la qualité et la quantité des principes est la même, et qu’il n’y a que des changements, des modifications. »

Antoine-Laurent De Lavoisier 1789, Traité élémentaire de chimie.