O eletrolisador e a economia do hidrogênio verde

Chegou o momento do eletrolisador, o equipamento chave para a economia do hidrogênio verde. O dispositivo usa eletricidade para dividir a água em hidrogênio e oxigênio. Se essa eletricidade vier de turbinas eólicas, painéis solares ou um reator nuclear, todo o processo não emite gases de efeito estufa. Fábricas, usinas de energia e até aviões a jato podem queimar esse hidrogênio sem aquecer a Terra. A eletrólise é conhecida há mais de dois séculos e desde meados da década de 1920 até a década de 1960 foram a principal maneira de produzir hidrogênio em refinarias de petróleo, fábricas de fertilizantes e instalações químicas, quando surgiu um processo alternativo para retirar o hidrogênio do gás natural. Desde então a demanda por eletrolisadores diminuiu bastante, mas isso está mudando rapidamente. Você pode ler mais sobre eletrólise no website da Cummins, inclusive pelo protagonismo da empresa em "Hydrogen Technology". E clicando na imagem abaixo acesse o portal "Literature & Resources" da empresa Plug Power Inc., que vem inovando em soluções end-to-end no ecossistema de hidrogênio verde. No mesmo portal, em "In the Media", há várias matérias interessantes.



 CARBON CREDIT MARKETS

« … car rien ne se crée, ni dans les opérations de l’art, ni dans celles de la nature, et l’on peut poser en principe que, dans toute opération, il y a une égale quantité de matière avant et après l’opération ; que la qualité et la quantité des principes est la même, et qu’il n’y a que des changements, des modifications. »

Antoine-Laurent De Lavoisier 1789, Traité élémentaire de chimie.