top of page

Notícias do Mundo Carbono: India e Polônia


Segundo fontes que tiveram acesso à última avaliação a ser apresentada às Nações Unidas, a redução de emissõs na Índia foi mais rápida que esperado graças ao aumento de fontes renováveis ​​e da cobertura florestal.


Como a Índia, os países estão preparando seus relatórios Third National Communication para atualizar a United Nations Convention on Climate Change (UNFCCC) sobre seus esforços de redução de emissões.


Embora o relatório ainda não tenha sido ratificado pelo governo, o progresso deve ajudar a aliviar a pressão sobre o uso de carvão. As usinas termelétricas ainda fornecem 73% da eletricidade consumida na Índia.


Também importante mencionar que a Índia estabeleceu o National Centre of Excellence in Carbon Capture and Utilization (NCoE-CCU) na Indian Institute of Technology e o National Centre in Carbon Capture and Utilization (NCCCU) na Jawaharlal Nehru Centre for Advanced Scientific Research. Na última quarta-feira, o CCS na India foi apresentado por Vikram Vishal e Errol Pinto em evento organizado pelo Global CCS Institute. Clique aqui para uma ótima referência



Conforme informado pelo canal TVN24 , o país iniciou contestações legais no Tribunal de Justiça contra algumas das principais políticas climáticas da União Europeia, o CBAM e o Sistema de Comércio de Emissões (ETS).


O governo polonês afirma que o CBAM, criado para tributar as importações intensivas de carbono, deveria ter sido votado por unanimidade e não por maioria qualificada. Além disso, questiona as mudanças no ETS, alegando que violam os princípios de solidariedade energética, ao reduzir licenças de emissão de GHG.


A oposição da Polónia decorre de sua forte dependência do carvão e de preocupações com o impacto destas políticas na sua economia e segurança energética: o país importa cimento, fertilizantes, aço e alumínio, bem como eletricidade - bens abrangidos pelo CBAM - de fora a União Europeia.





Comentarios

Obtuvo 0 de 5 estrellas.
Aún no hay calificaciones

Agrega una calificación

 CARBON CREDIT MARKETS

“Nothing in life is to be feared, it is only to be understood. Now is the time to understand more, so that we may fear less.”

“I am among those who think that science has great beauty”

Madame Marie Curie (1867 - 1934) Chemist & physicist. French, born Polish.

bottom of page