Meta climática global pode estar em perigo sem reforma do preço do carbono

Segundo gestores representando $10,6 trilhões em investimentos, sem uma revisão global dos preços do carbono as metas climáticas podem ficar comprometidas. Atualmente, menos de 25% das emissões globais são cobertas por créditos de carbono, e seu preço varia muito entre as regiões, sendo de forma geral relativamente baixo para influenciar as mudanças de forma efetiva. Em um documento divulgado antes da Cúpula de Líderes do G7 em Berlim (26-28 Junho 2022), com a presença de Ministros do Meio Ambiente juntamente com os Ministros do Clima e da Energia, a Net-Zero Asset Owner Alliance (NZAOA) estabeleceu cinco princípios para sustentar um redesenho de políticas governamentais e incentivar uma mudança de atividades de alta emissão. São eles:

  1. Garantir uma cobertura e ambição adequadas: mais formuladores de políticas devem considerar a implementação de preços de carbono que sejam juridicamente vinculativos e alinhados com evidências científicas

  2. Entregar uma transição justa: os formuladores de políticas devem projetar instrumentos de precificação de carbono para reduzir ou compensar comunidades e setores impactados pelos mercados de carbono

  3. Previsibilidade do preço do carbono: que a trajetória dos preços do carbono permita uma transição planejada e ordenada para uma economia de baixo carbono. Os impostos sobre o carbono devem crescer mas de forma previsível. Da mesma forma, os Emission Trading System (ETS) devem ser projetados de forma a incluir medidas de estabilidade de mercado, incluindo preços mínimos, tetos ou faixas, para evitar a volatilidade excessiva e propiciar previsibilidade dos preços do carbono no longo prazo.

  4. Minimizar distorções competitivas: as políticas de precificação de carbono devem ser projetadas para evitar vazamentos*, implementando medidas de proteção apropriadas e direcionadas para empresas de emissões intensivas expostas ao comércio. Também mecanismos de ajuste de fronteira de carbono (CBAMs carbon border adjust- ment mechanisms) para minimizar distorções competitivas.

  5. Promover a cooperação internacional: inclusive a criação de "climate clubs" internacionais onde os membros trabalham juntos para encorajar preços robustos de carbono

* vazamentos ("leakage") seria mover um processo produtivo para uma jurisdição sem precificação de carbono (ou com um preço de carbono mais baixo) para reduzir seus custos de carbono

Clique abaixo para acessar a publicação "NZAOA Position Paper on Governmental Carbon Pricing".



 CARBON CREDIT MARKETS

« … car rien ne se crée, ni dans les opérations de l’art, ni dans celles de la nature, et l’on peut poser en principe que, dans toute opération, il y a une égale quantité de matière avant et après l’opération ; que la qualité et la quantité des principes est la même, et qu’il n’y a que des changements, des modifications. »

Antoine-Laurent De Lavoisier 1789, Traité élémentaire de chimie.