Fundo liderado por Bill Gates apoia startup com maneira mais barata de transportar hidrogênio

Bill Gates está apoiando uma startup que promete tornar o hidrogênio menos caro para transportar. Uma molécula de hidrogênio é minúscula. Tão pequena, de fato, que tentar armazená-la e transportá-la através de tanques e tubulações existentes pode acabar causando rachaduras no aço. O transporte de hidrogênio atualmente pode custar até três vezes o custo de sua produção, portanto, são necessárias soluções tecnológicas urgentes. Embora existam métodos para armazenar e transportar hidrogênio - como amônia (NH₃) ou metanol (CH₃OH) - eles podem ser proibitivamente caros. Atualmente, existem projetos sendo desenvolvidos em países como a Austrália que têm muito espaço para parques solares e eólicos onde o hidrogênio é produzido, convertido em amônia, transportado em navios e, em seguida, o hidrogênio é recuperado desfazendo a reação química. H2SITE (clique aqui) a startup financiada por Bill Gates se oferece para fornecer esse serviço por uma fração de custo, se sua tecnologia puder ser escalável. Clique para ler mais, artigo da Bloomberg.


 CARBON CREDIT MARKETS

« … car rien ne se crée, ni dans les opérations de l’art, ni dans celles de la nature, et l’on peut poser en principe que, dans toute opération, il y a une égale quantité de matière avant et après l’opération ; que la qualité et la quantité des principes est la même, et qu’il n’y a que des changements, des modifications. »

Antoine-Laurent De Lavoisier 1789, Traité élémentaire de chimie.