top of page

Europa na corrida para garantir matérias-primas essenciais para a transição energética

Artigo de 8 de março na Euronews.


“Matérias-primas críticas, incluindo lítio e terras raras, provavelmente serão mais importantes do que petróleo e gás, já que a Europa almeja um futuro net zero”.


Existem 17 elementos de terras raras que têm centenas de usos, desde sistemas de orientação de mísseis até cédulas de dinheiro, embora o uso principal seja para fazer ímãs ultrapoderosos. Por exemplo, neodímio e praseodímio que são usados ​​para fazer ímãs permanentes e nos motores de transmissão de veículos elétricos, economizando em alguns casos mais de 20% do tamanho da bateria necessária.


No momento, a Europa depende de um pequeno número de países terceiros. 78% do suprimento de lítio da UE vem do Chile, enquanto 98% dos elementos de terras raras vêm da China, 85% do nióbio do Brasil e 71% da platina da África do Sul.


No último dia 16 de março, a Comissão Europeia anunciou o Critical Raw Materials Act (CRM) dentre outras publicações importantes. Este ato estabelecerá a base para uma nova abordagem europeia para o uso de matérias-primas e o mercado de materiais sustentáveis ​​da Europa, com foco na extração, processamento, reciclagem, monitoramento e diversificação de minérios, minerais e concentrados críticos, ao mesmo tempo em que fortalece sua presença internacional e o relacionamento com parceiros atuais e futuros. Eletrolisadores e células de combustível dependem de CRMs, portanto, sua disponibilidade e preços futuros afetarão evidentemente a velocidade de crescimento do mercado.


Clique na imagem abaixo para este artigo da Euronews e aqui para o Factsheet on the European Critical Raw Materials Act.



コメント

5つ星のうち0と評価されています。
まだ評価がありません

評価を追加

 CARBON CREDIT MARKETS

“Nothing in life is to be feared, it is only to be understood. Now is the time to understand more, so that we may fear less.”

“I am among those who think that science has great beauty”

Madame Marie Curie (1867 - 1934) Chemist & physicist. French, born Polish.

bottom of page