top of page

Diário COP28, Especial Carbon Credit Markets: 30 de novembro de 2023.

Estas são as novidades de hoje de Dubai.


Dubai EXPO 2020 إكسبو

É aqui que acontece a COP28, ao sul da cidade. Vários pavilhões climatizados espalhados por uma grande área. Por exemplo, para ir de B6 - 77 a B2 - 24, você pode ter que caminhar de 10 a 15 minutos. Áreas de aspecto moderno, incluindo jardins de plantas de ferro estilizadas (à la Avatar) e também naturais irrigadas, incluindo palmeiras. Aliás, seu tronco reto, áspero e muito alto as torna muito diferentes daqueles palmairas dos trópicos. Voltando à área da Dubai EXPO 2020, há um ponto central com uma enorme estrutura em cúpula, onde convergem duas áreas diferentes: azul (zona de gestão da ONU, delegados e negociações) e verde (livre). Visão aérea de todas essas áreas se assemelharia a uma flor (algo extremamente caro por aqui!), com aquela cúpula redonda no centro. A área azul é facilmente acessível por metrô e os titulares do passe azul viajam sem pagar. Aliás, o metrô já é uma experiência pré-COP. Um grupo de brasileiros (conversando), um casal de língua espanhola (tirando foto daquele brasileiro com cocar indígena), um homem da Índia (falando ao celular com um sotaque inglês peculiar), uma mulher da Indonésia (com nome do país escrito na mochila) e um homem enviando mensagens de texto em seu celular, indicando as Ilhas Marshall em seu crachá.


Para comer e beber.

Não é barato. Hambúrguer, batata frita e refrigerante por 93,00 AED (Dirham dos EAU), equivalente a US$ 25. Mais 10% de gorjeta. (Amanhã será dia de supermercado ...). Por outro lado, água potável gratuita em todos os lugares. Mas só dá para beber desde que você carregue sua própria garrafa verde escura COP28. Sim, não há copos disponíveis. Talvez algo bom. Talvez (relembrando o show de Taylor Swift no Rio de Janeiro há alguns dias... preocupações com mudanças climáticas).


O dia.

Foi a abertura da COP28. Uma impressionante reunião plenária, num enorme pavilhão, com representantes de todo o mundo. À esquerda alguém falando japonês e à direita uma língua africana difícil de distinguir. À frente, representantes de todos os países e organizações.


Embora o Sultão Ahmed Al-Jaber já estivesse viajando e realizando reuniões por todo o mundo há cerca de um ano, em preparação para esta COP28 no seu país de origem, a sua presidência da COP começou nessa cerimónia de abertura. Ele então assumiu formalmente o comando do presidente da COP27 anterior, que foi no Egito.


Algumas de suas palavras:

A ciência falou. Precisamos de uma nova estrada. Peço que sejam flexíveis. Para que esta COP entregue. Por favor. Emirados Árabes Unidos, país jovem no deserto. 2 anos mais velho que eu. Colaboração, parceria, trabalho, pragmatismo. Temos que fazer algo em relação ao petróleo. Encontre um ponto de partida. Mantendo o norte: 1,5 °C. O financiamento climático deve intervir, para que o Sul não sofra nem precise fazer escolhas difíceis. Perdas e danos. Para entregar o que começou no Egito. Esta também é a 1ª COP a discutir saúde. Nossa tarefa nas próximas duas semanas não é apenas negociar palavras com consenso. É sobre pessoas. Fizemos a escolha de estar aqui.


Em seguida, citações de outros:

  • Simon Stiell, Secretário Executivo da ONU para as Alterações Climáticas: “Não há tempo para tentar”. (citando seu filho e como referência respeitosa às gerações futuras).

  • Jim Skea, presidente do IPCC: “A ciência não substitui a ação.”


Mais tarde, na Conferência de Imprensa, o Sultão Ahmed Al-Jaber mostrou-se especialmente grato - “A COP28 tem um entusiasmo diferente” - pelo fato da agenda ter sido votada e acordada neste mesmo 1º dia, algo nada comum em uma COP. Isto significa que as reuniões preparatórias funcionaram e que “o verdadeiro trabalho começa agora, centrado na concretização das aspirações mais elevadas”.


Além disso, o dinheiro começou a chegar ao fundo de Perdas e Danos. Quando antecipamos a notícia, há algumas horas, o valor era de US$ 100 milhões. Ao final do dia em Dubai o valor já era de US$ 420 milhões. E deve subir ainda mais. Positivo.


Da conferência de imprensa, vale outra citação, da Sra. Hana Al Hashimi, negociadora-chefe da COP 28: “Esperamos que seja uma COP monumental. Incluindo com jovens líderanças emergindo”.


O outro dia importante.

Nos próximos dias 2 e 3 de dezembro, os Emirados Árabes Unidos celebram o Dia da União (anteriormente conhecido como Dia Nacional). Isto significa 52 anos desde a formação dos Emirados Árabes Unidos.


Por que nós dizemos isso? Porque o Sultão Ahmed Al-Jaber citou no seu discurso de abertura a todos os delegados da COP28, referindo-se ao que pode ser construído em (menos de) uma geração, com visão e determinação.


Basta pesquisar no Google “UAE 50 years ago” e comparar com “modern UAE”.


Antes de encerrarmos o dia.

Além da sessão de abertura, participamos de alguns outros eventos:


  • National Oil Companies NOCs & climate / energy transition challenges. Referência foi feita para esta publicação. Uma das painelistas, Natalie Jones do IISD, indicou que estariam em jogo US$ 4 bilhões em "stranded assets", ao que Glada Lahn, da Chatham House, sugeriu deixar de lado o crescimento econômico por algum tempo, de forma a permitir a transição.



Visitamos também alguns pavilhões de países. Aqui o resultado:



Pessoas e paparazzi

John Kerry, enviado dos EUA para o clima, veterano, visto no plenário durante a sessão de abertura. E ao final do dia quase esbarramos – salvo por um repórter – mo secretário dos Negócios Estrangeiros do Reino Unido, David Cameron. E o sultão Ahmed Al-Jaber só permitiu duas selfies após a conferência de imprensa. Pena que o Papa Francisco não venha.


Our key takeaway

Segundo as NDCs, a água vem antes de tudo, mesmo antes das florestas, ou seja, há muito mais países no mundo preocupados com a sua água (e segurança alimentar) do que com NBS.


COP28 Dubai, Opening Session. Photo by CarbonCreditMarkets.com
COP28 Dubai, Opening Session. Photo by CarbonCreditMarkets.com


Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating

 CARBON CREDIT MARKETS

“Nothing in life is to be feared, it is only to be understood. Now is the time to understand more, so that we may fear less.”

“I am among those who think that science has great beauty”

Madame Marie Curie (1867 - 1934) Chemist & physicist. French, born Polish.

bottom of page