Desbravando um caminho: China e sua transição verde

Que desafios a China enfrentará para encontrar um equilíbrio entre crescimento econômico e redução de carbono ? O China Daily preparou um vídeo 8+ para ilustrar, incluindo:


  1. Supercomputador Earthlab para simular o ciclo do carbono da Terra

  2. O compromisso chinês de atingir o pico de suas emissões de carbono até 2030 e alcançar a neutralidade de carbono até 2060

  3. Habitação de baixo carbono e zonas livres de carvão no país

  4. Mais fontes de energia verde, como solar, hidrelétrica, resíduos e biomassa

  5. Em Quzhou, província de Zhejiang, sistema de conta de carbono para monitorar as emissões de empresas e indivíduos

  6. Um aplicativo em tempo real com 2,39 milhões de contas de carbono

  7. Empresas categorizadas por nível de emissão: verde escuro (mais baixo), verde claro, amarelo e vermelho (mais alto)

  8. Instalações de baixo carbono para criação de animais, empréstimos agrícolas “neutralidade de carbono” e uma fazenda de suínos de 9 andares

  9. Mercado nacional de comércio de carbono chinês lançado em julho de 2021 (veja nosso post)

  10. Em menos de seis meses, no final de 2021, o volume de créditos de carbono negociados atingiu quase 7,7 bilhões de yuans (mais de US$ 1 bilhão) eq. 179 milhões de toneladas de emissões de carbono


Sobre contas de carbono para indivíduos, você pode ler mais neste post de abril de 2021, “Negociação de carbono com características chinesas”, mostrando que cidadãos podem ganhar moedas de carbono (créditos) optando por transportes de baixo carbono e economizando no uso de água e eletricidade, incentivando financeiramente um estilo de vida de baixo carbono. A tecnologia de células de combustível de veículos a hidrogênio também foi priorizada.


Clique na imagem abaixo para assistir ao vídeo do China Daily para saber mais a respeito (em inglês e legendas em chinês).





 CARBON CREDIT MARKETS

« … car rien ne se crée, ni dans les opérations de l’art, ni dans celles de la nature, et l’on peut poser en principe que, dans toute opération, il y a une égale quantité de matière avant et après l’opération ; que la qualité et la quantité des principes est la même, et qu’il n’y a que des changements, des modifications. »

Antoine-Laurent De Lavoisier 1789, Traité élémentaire de chimie.