top of page

Créditos de carbono: nossas melhores ferramentas para combater as mudanças climáticas, desde que ...

Se por um lado o mercado de compensações de carbono estão em alta, por outro, deve-se ter um acordo global sobre regras e padrões, no sentido de viabilizar o objetivo net-zero e mitigar a atual crise climática.


“Os mercados de carbono devem ser uma mangueira de incêndio para direcionar dinheiro para onde é genuinamente necessário na crise climática. Mas isso só acontecerá se repensarmos como estamos usando os créditos de carbono. Em vez de vê-los como uma maneira de lavar o “pecado” climático, devemos nos concentrar nos resultados que estamos tentando alcançar.”


Existem três resultados principais que os mercados de carbono podem abordar e assim permitir ações climáticas significativas:

  • Reduzir as emissões o mais rápido possível: “Eu emito uma tonelada métrica de CO2, e pago alguém para não emitir sua tonelada”. Engajamento ?

  • Proteger sumidouros naturais de carbono: dê crédito por impedir a liberação de uma tonelada métrica de carbono de um sumidouro natural existente. Um freio ?

  • Remover de dióxido de carbono da atmosfera: pagar alguém para remover CO2 do ar e armazená-lo, CCS, Captura e Armazenamento de Carbono (como amplamente relatado neste blog há menos de uma semana). Nova Revolução Industrial ?

A descarbonização agressiva só acontecerá se o dinheiro for direcionadoo na direção certa. E “pensar em créditos de carbono em categorias de redução, proteção e remoção, com incentivos separados para cada uma, seria um bom primeiro passo”. Clique para este ótimo e recente artigo da TIME de Gabrielle Walker (do Rethinking Removals a.o.) e Bruno Giussani (Curador Global do TED a.o.), e veja como os autores elaboram bem a questão em questão: #carboncreditmarkets.




Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating

 CARBON CREDIT MARKETS

“Nothing in life is to be feared, it is only to be understood. Now is the time to understand more, so that we may fear less.”

“I am among those who think that science has great beauty”

Madame Marie Curie (1867 - 1934) Chemist & physicist. French, born Polish.

bottom of page