top of page

Carbon World News: Saudi Aramco e ENOWA produzirão gasolina sintética a partir de hidrogênio e CO2.

Hoje é 10 de novembro de 2023.


A Saudi Aramco e a ENOWA assinaram um acordo de desenvolvimento conjunto para construir e estabelecer uma planta de demonstração de eletrocombustível sintético (e-fuel) inédita. De acordo com o press release, estará localizada no Centro de Inovação e Desenvolvimento de Hidrogênio (HIDC) da ENOWA e pretende demonstrar viabilidade técnica e comercial ao produzir 35 barris por dia de gasolina sintética de baixo carbono a partir de hidrogênio de base renovável e dióxido de carbono (CO2) capturado.


A assinatura aconteceu durante “The New Compass: 7th Edition of the Future Investment Initiative”, em Riad. Clique aqui para assistir o "Best of #FII7 in 10 Minutes", no YouTube .


E na imagem abaixo para o press release.


"A tecnologia do e-fuel, construída sobre uma abordagem de economia circular do carbono, tem o potencial de reduzir as emissões de CO2 em mais de 70% numa base de ciclo de vida completo, em comparação com os combustíveis convencionais. Uma vez concluída, a instalação integrada irá gerar 12 toneladas de metanol sintético por dia a partir de hidrogênio verde e CO2, usando tecnologias proprietárias desenvolvidas pela ThyssenKrupp Uhde. O metanol sintético será então convertido em gasolina de baixo carbono usando a tecnologia de leito fluidizado de metanol em gasolina (MtG) da ExxonMobil.".


Tecnologias proprietárias ...


Soa semelhante ao que reportamos em maio passado, a planta do projeto de e-fuel já operando em Punta Arenas, Chile, em parceria entre grandes empresas alemãs, chilenas, chinesas, italianas e americanas, entre elas a mesma ExxonMobil com seu processo MtG mencionado acima. Nesse mesmo artigo, também foi mencionado que “sem modificações nos motores e na infraestrutura ”um Porsche 911 funcionou normalmente após ser abastecido com esse combustível sintético.


A Arábia Saudita e suas principais empresas são muito ativas não só no processo de transição energética, mas também na gestão do carbono como um todo.


Você deve se lembrar desta postagem de setembro passado mencionando não apenas a expansão das atividades de comércio de créditos de carbono da Arábia Saudita na África e no Oriente Médio, mas também a construção da maior planta de hidrogênio verde do mundo, avaliada em 8,4 bilhões de dólares.


No ano passado também reportamos sobre os enormes planos da Saudi Aramco para captura e armazenamento de carbono.


Por último, mas não menos interessante, a Península Arábica também enfrenta eventos naturais surpreendentes, lembra? "Clima da Arábia: a chuva deixando o deserto verde, causando enchentes e até impactando um rali".


Talvez valha a pena acompanhar a próxima edição do rali que começa em 5 de janeiro de 2024. Não só para relaxar um pouco observando os veículos elétricos sendo testados em condições extremas, mas, talvez, também para ver mais chuva tornando o deserto mais verde?




Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating

 CARBON CREDIT MARKETS

“Nothing in life is to be feared, it is only to be understood. Now is the time to understand more, so that we may fear less.”

“I am among those who think that science has great beauty”

Madame Marie Curie (1867 - 1934) Chemist & physicist. French, born Polish.

bottom of page