Banco Central do Brasil: novas regras ESG e Relatório de Riscos e Oportunidades Sociais, Ambientais

Banco Central do Brasil emitiu (15/Setembro/2021) duas novas regulamentações (clique para ler): a) RESOLUÇÃO BCB N° 139 (sobre a divulgação do Relatório de Riscos e Oportunidades Sociais, Ambientais e Climáticas, o Relatório GRSAC) e b) RESOLUÇÃO BCB N° 140 (sobre a criação da Seção 9 - Impedimentos Sociais, Ambientais e Climáticos - no Capítulo 2 - Condições Básicas - do Manual de Crédito Rural, MCR).Adicionalmente publicou o relatório que apresenta de forma integrada as ações do BC relacionadas à gestão de riscos e oportunidades sociais, ambientais e climáticas. Esses riscos e oportunidades estão associados aos fatores ASG (ambientais, sociais e de governança), ou ainda, em inglês, fatores ESG (environmental, social and governance), incluindo os riscos e as oportunidades das mudanças climáticas, que podem impactar o próprio BC e o SFN. São detalhadas diversas frentes de trabalho em que o BC se engajou para efetivar sua participação na identificação e gestão dos riscos ASG, internos à organização e perante o SFN e a sociedade. Clique na imagem para acessar o relatório.



 CARBON CREDIT MARKETS

« … car rien ne se crée, ni dans les opérations de l’art, ni dans celles de la nature, et l’on peut poser en principe que, dans toute opération, il y a une égale quantité de matière avant et après l’opération ; que la qualité et la quantité des principes est la même, et qu’il n’y a que des changements, des modifications. »

Antoine-Laurent De Lavoisier 1789, Traité élémentaire de chimie.